Arquivo da tag: raks shamadan

Módulo Candelabro – Raks Shamadan

Olá pessoal!!!

Esse post é para falar um pouco sobre a dança do ventre com o candelabro ou Raks Shamadan.

Como quase tudo na dança do ventre, não há um registro histórico oficial sobre a origem dessa modalidade. Existem algumas teorias, mas a que eu acho mais provável é uma versão que conta que era costume no antigo Egito obrigarem as escravas a colocarem várias lamparinas acesas numa armação de metal sobre suas cabeça e circularem nas festas de forma a iluminar o ambiente, uma vez que a maioria das festas eram realizadas à noite e não existia energia elétrica naquela época. Desta forma os faraós poderiam deslocar a luz da forma que desejassem. Algumas destas escravas eram acrobatas e bailarinas, daí terem começado a dançar com este objeto em suas cabeças.

Acredita-se que esse costume foi evoluindo e se consolidou na cultura egípcia se tornando uma tradição nas celebrações de casamento, nascimento e aniversários.

É mais comum vermos ainda hoje o Raks Shamadan sendo utilizado em casamentos. Quando esse costume ganhou as ruas egípcias ainda não havia energia elétrica e o shamadan era um prato na cabeça com um castiçal em cima, com o tempo foi se aperfeiçoando e hoje encontramos candelabros confeccionados em metal com hastes para colocar as velas. O cortejo no casamento egípcio chama-se zeffa que significa procissão com ruído, cortejo alegre e normalmente realizado à noite onde os dançarinos, músicos, cantores e membros da família percorrem o bairro até chegarem na casa do noivo ou na recepção de salas ou hotéis como acontece atualmente. Em muitos países árabes ainda se pode assistir a esta tradição. Aliás, pode-se ver bailarina colocar a mão sobre o ventre da noiva, uma forma de lhe desejar fertilidade no futuro.

Quando usa-se o candelabro, seja em um casamento, aniversário ou nascimento, a bailarina está iluminando o  caminho do novo casal, da criança ou da pessoa homenageada, desejando felicidades e prosperidade. É, definitivamente, uma dança que serve para celebrar a vida e a união entre as pessoas.

Tradicionalmente é dançado com um vestido longo que cobre o ventre, mas hoje em dia não é dificil ver bailarinas dançando com o ventre descoberto. Pode-se usar um tecido para cobrir a cabeça, esse tecido proteje seus cabelos da cera das velas.

Não há um ritmo específico, mas recomenda-se o zaff e o malfuf.

Fonte aqui

Vamos ver alguns vídeos para nos inspirarmos.

Coreografia bem sincronizada

Formação inicial bem interessante

Nunca mais reclamo do meu candelabro

Vestido tradicional

Adorei a saia

É isso pessoal, espero que aproveitem as informações.

Bjus

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos, candelabro, Módulos