Arquivo da categoria: Módulos

Aulas Abril 2012

E aí pessoal!!!

Mais um vídeo com aulas do Centro de Danças Fernanda Simões!!!

E aí, gostou? Que tal vir fazer Dança do Ventre no Centro de Danças Fernanda Simões!!!!

Deixe um comentário

Arquivado em Apresentações, Módulos

Aulas Março 2012

E aí pessoal!!!

Mais um vídeo com aulas do Centro de Danças Fernanda Simões!!!

E aí, gostou? Que tal vir fazer Dança do Ventre no Centro de Danças Fernanda Simões!!!!

Deixe um comentário

Arquivado em Apresentações, Módulos

Aulas de Fevereiro de 2012

E aí pessoal!!!!

Agora uma novidade muito legal do Centro de Danças Fernanda Simões. Todo mês teremos um vídeo com algumas das aulas da academia.

 

E aí, gostou? Que tal vir fazer Dança do Ventre no Centro de Danças Fernanda Simões!!!!

2 Comentários

Arquivado em Apresentações, Módulos

Recados e Novidades

Olá alunas e alunos do Centro de Danças Fernanda Simões

Recados

Não teremos aula no sábado de carnaval (18/02/2012) e na segunda do Carnaval (20/02/2012), pois emendaremos o feriado prolongado.

Novos Módulos
Está abrindo o módulo de Novas Técnicas com Véu para alunas que já fizeram aulas de véu simples, nas terças-feiras às 19:30h.

Em Março teremos um módulo de Sete Véus aos sábados às 14:00h, começará no primeiro sábado de Março (03/03/2012), o pré requisito é a pessoa ter feito aulas de véu simples.

2 Comentários

Arquivado em Módulos, Novidades do CDFS

Tradução de música – Wenah Wenah

Olá queridíssimos!!!!!

Hoje trago à vocês a tradução da música Wenah Wenah que nós usamos para dançar Khaleege no Mercado Persa 2011. A tradução foi feita pelo site Dança do Ventre Brasil.

Segue o vídeo com a música e a tradução.

 

Wenah Wenah – Onde ela está? Onde ela está?
Onde ela está? Onde ela está?
Ela acabou de perguntar por mim,
Onde ela está?
É tão estranho!
Abri mão de todas as pessoas
Para então vir até ela
Mas ela não me quer
Eu só quero saber o porquê
Onde ela está? Onde ela está?
Ela acabou de perguntar por mim,
Onde ela está?
É tão estranho!
Onde ela está? Onde ela está?
Ela acabou de perguntar por mim,
Onde ela está?
Isso é incrível!
Deixe-a voltar para as pessoas que são dela
Por meu amor
Ela não vem para mim,
Ela não se coloca disponível para mim
E isso é tudo o que eu peço
Não posso suportar
Não preciso de mais feridas
Deixe-a ir, é melhor, é melhor para ela deixá-la ir
Se ela vier até mim, não repetirei meus erros
Onde ela está? Onde ela está?
Ela acabou de perguntar por mim,
Onde ela está?
É tão estranho!
Onde ela está? Onde ela está?
Ela acabou de perguntar por mim,
Onde ela está?
Isso é incrível!
Por tanto tempo desejei seu encontro
Por que só agora ela vem para mim?
O que aconteceu com ela?
O que há de errado?
Ela pretendia voltar para meu coração
Mas diga a ela que ela voltará com limites
Ela tirou seu valor do meu coração com suas próprias mãos

 

Deixe um comentário

Arquivado em Apresentações, Artigos, Khaleege, Módulos, Mercado Persa

Módulo Candelabro – Raks Shamadan

Olá pessoal!!!

Esse post é para falar um pouco sobre a dança do ventre com o candelabro ou Raks Shamadan.

Como quase tudo na dança do ventre, não há um registro histórico oficial sobre a origem dessa modalidade. Existem algumas teorias, mas a que eu acho mais provável é uma versão que conta que era costume no antigo Egito obrigarem as escravas a colocarem várias lamparinas acesas numa armação de metal sobre suas cabeça e circularem nas festas de forma a iluminar o ambiente, uma vez que a maioria das festas eram realizadas à noite e não existia energia elétrica naquela época. Desta forma os faraós poderiam deslocar a luz da forma que desejassem. Algumas destas escravas eram acrobatas e bailarinas, daí terem começado a dançar com este objeto em suas cabeças.

Acredita-se que esse costume foi evoluindo e se consolidou na cultura egípcia se tornando uma tradição nas celebrações de casamento, nascimento e aniversários.

É mais comum vermos ainda hoje o Raks Shamadan sendo utilizado em casamentos. Quando esse costume ganhou as ruas egípcias ainda não havia energia elétrica e o shamadan era um prato na cabeça com um castiçal em cima, com o tempo foi se aperfeiçoando e hoje encontramos candelabros confeccionados em metal com hastes para colocar as velas. O cortejo no casamento egípcio chama-se zeffa que significa procissão com ruído, cortejo alegre e normalmente realizado à noite onde os dançarinos, músicos, cantores e membros da família percorrem o bairro até chegarem na casa do noivo ou na recepção de salas ou hotéis como acontece atualmente. Em muitos países árabes ainda se pode assistir a esta tradição. Aliás, pode-se ver bailarina colocar a mão sobre o ventre da noiva, uma forma de lhe desejar fertilidade no futuro.

Quando usa-se o candelabro, seja em um casamento, aniversário ou nascimento, a bailarina está iluminando o  caminho do novo casal, da criança ou da pessoa homenageada, desejando felicidades e prosperidade. É, definitivamente, uma dança que serve para celebrar a vida e a união entre as pessoas.

Tradicionalmente é dançado com um vestido longo que cobre o ventre, mas hoje em dia não é dificil ver bailarinas dançando com o ventre descoberto. Pode-se usar um tecido para cobrir a cabeça, esse tecido proteje seus cabelos da cera das velas.

Não há um ritmo específico, mas recomenda-se o zaff e o malfuf.

Fonte aqui

Vamos ver alguns vídeos para nos inspirarmos.

Coreografia bem sincronizada

Formação inicial bem interessante

Nunca mais reclamo do meu candelabro

Vestido tradicional

Adorei a saia

É isso pessoal, espero que aproveitem as informações.

Bjus

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos, candelabro, Módulos

Módulo Véus

Olá pessoal!!!!

O véu foi inserido na dança do ventre pelas norte-americanas há pouco tempo (princilamente se considerarmos que a dança do ventre é milenar) isso me leva a pergunta: Por que?

Eu tenho uma teoria, quando nós estudamos a origem dança do ventre vemos que essa dança tinha cunho religioso, ou seja, não era necessário agradar o público você dançava para sua deusa e tava tudo certo. Com a vinda da dança para o ocidente começou a ser necessário atrair e agradar ao público, por isso temos roupas bonitas e acessórios que chamam a atenção, aí entra o véu. Ninguém pode negar que o véu tem um apelo cênico incrível, todos gostam de apresentações com véu, sejam leigos ou especialistas.

O véu tem se modificado muito rapidamente ao longo desses anos. Quando eu comecei a fazer dança de ventre em 2007 o que era mais comum era a dança com véu simples e movimentos lentos, o véu não era o ator principal da coreografia, ele servia só para fazer a entrada e depois era deixado de lado e a bailarina seguia adiante, hoje vemos coreografias muito elaboradas onde o véu é o ator principal e existem vários tipos de véus.

Vou colocar aqui alguns vídeos dos tipos de véus mais comuns, mas gente, vamos lembrar, véu não é uma dança folclórica, certo?

Véu simples

 

 

 

 

 

 

Véu duplo

 

 

 


Véu leque


 

 

 

Véu pói

 

 

 

 

Véu wings

 

 

 


 


Dança dos 7 véus

 

 

 

 

 

Gente, tem um artigo muito bom sobre dança dos 7 véus aqui e dicas de como fazer um véu aqui. Se você quiser saber um pouco mais sobre véu wings, artigo aqui .

Devido a minha criação totalmente ocidental e na correria eu sempre prefiro as coreografias agitadas e no estilo musical da Broadway, com entradas e saidas, mudanças de bailarinas….mas isso é um gosto e é particular.

Aqui vai uma coreografia com todos os véus

Bjus

Deixe um comentário

Arquivado em Módulos, véus